10 alimentos para diminuir a probabilidade de câncer

Rate this post

O estilo de vida tem uma estreita relação com a nossa saúde. O ritmo agitado de hoje, nos obriga a viver de forma permanentemente apressada, deixando de lado hábitos saudáveis para o nosso bem-estar físico e psicológico. Das coisas mais afetadas negativamente em nossa vida diária, podemos destacar: 1) a alimentação, 2) o descanso, e 3) o exercício.


É um facto que um de cada três mexicanos será diagnosticado com câncer em algum momento de sua vida. E, o que podemos fazer?


Conheça os 10 alimentos que podem contribuir para diminuir seu risco de ser diagnosticad@ com câncer:


1. Água:
A água contribui para que todo o seu organismo funcione melhor e realize seus processos de forma mais eficiente. Se você é muito fã de refrigerantes, águas de sabor adicionadas de açúcar ou de sucos processados, eu recomendo que você possa começar a incorporar entre as refeições uns dois ou três copos de água por dia e incrementes a quantidade, pouco a pouco, até que consiga eliminar os refrigerantes da sua rotina diária. Se você quiser um pouco de sabor, você pode adicionar meio limão. O ideal é consumir entre 2 e 3 litros de água a dia.


2. Brócolis:
Os alimentos com maior quantidade de nutrientes que ajudam a melhorar o sistema imunológico. Promove um funcionamento adequado do celular e melhora a circulação. Tem também uma grande quantidade de antioxidantes, que retardam o envelhecimento das células. Além disso, contém níveis elevados de vitaminas e e C. Além disso, é rico e barato! Eu recomendo que você consumas cru ou ao vapor, três vezes por semana.


Checa: Comida rápida como depressão ou felicidade?


3. Spirulina:
É uma alga marinha, muito popular entre os Astecas. Contém uma grande quantidade de proteína (e todos os aminoácidos essenciais, que são necessários para formar uma proteína), vitamina B1, B2, B3, ferro, cobre, magnésio, manganês e potássio. Tem também propriedades antioxidantes e um grande efeito anti-inflamatório. Diminui o colesterol e triglicérides no sangue. Você pode encontrar em diversas preparações, embora o recomendável é consumi-la em sua forma mais pura. Você pode adicionar às suas saladas ou cozinhados.


4. Vegetais de folhas verdes:
Contêm uma grande quantidade de vitaminas e minerais essenciais para um adequado equilíbrio nutricional. Têm ação antioxidante e propriedades anti-inflamatórias. Contêm carotenóides, folatos, clorofila e fibra que param o desenvolvimento de certas formas de câncer. Como exemplos temos o espinafre, arúgula, acelga, couve, salsa e alface. É muito importante que as consumas em combinação com algum tipo de gordura saudável, como o azeite de oliva ou de coco , já que isso promove uma maior e mais eficiente absorção de seus nutrientes no intestino.


5. Amaranto:
Também foi muito popular em culturas pré-hispânicas. Pelo seu alto conteúdo de nutrientes, é considerado um “super food”. Contém uma grande quantidade de aminoácidos que lhe conferem propriedades antidiabéticas, e antihipertensivas. Evita a replicação celular anormal (câncer) de forma muito eficiente.


6. Melancia:
Contém muitos dos mais potentes antioxidantes da natureza, tais como vitaminas A, B6 e C. Tem uma grande quantidade de licopenos (a maior entre todas as frutas e legumes), que são protetores contra o câncer de próstata, pulmão, cólon, endométrio e da mama. Também contêm uma grande quantidade de eletrólitos como sódio e potássio.


7. Amoras:
Contêm a maior quantidade de antioxidantes de todas as frutas e legumes. Esta alta concentração impede a formação de substâncias que danificam as células. Exemplos típicos são as framboesas, morangos, amoras e amoras azuis.


8. Nopal:
Contém uma grande quantidade de fibra solúvel e insolúvel. A fibra insolúvel absorve água e apoia a passagem dos alimentos através do intestino. Isso ajuda a diminuir a quantidade de tempo que certos componentes nocivos estão em contato com o cólon, reduzindo de forma significativa o risco de câncer de cólon.


9. Alho:
Foi descoberto que este bulbo tem grandes propriedades anticacerígenas já que pára a multiplicação de células malignas por meio da inibição de sinais que determinam esse fenômeno. Sua utilidade preventiva é muito mais evidente no câncer de esôfago, estômago e cólon.


10. Feijão:
Têm um elevado conteúdo de antioxidantes e fibra. Algumas variedades até tentaram ser protetores do DNA, evitando, assim, o desenvolvimento de certos tipos de câncer.


Lembre-se que pequenas mudanças podem gerar grandes lucros. Começa hoje e vai incorporando novas coisas a cada semana e você terá a tranquilidade de estar dando grandes passos em benefício de sua saúde.